O chopp e a cerveja são produtos idênticos em sua formulação e no processo de fabricação. Toda cerveja “nasce” chopp, a diferença ocorre no processo de envasamento:

Cerveja em latas, garrafas e long necks: o produto é envasado à uma temperatura aproximada de 0ºC e imediatamente e embalagem é lacrada. Em seguida é realizada a pasteurização que aquece o líquido, dentro da própria embalagem. Após esse processo temos a cerveja, com prazo de validade que varia de 6 a 9 meses.

Barris de chopp 30L e 50L: o chopp aprecia em bares, restaurantes não é pasteurizado, passa apenas por um tratamento térmico, à uma temperatura de 60ºC. O prazo de validade é de 60 dias para barril fechado e 72 horas após o barril ser aberto.

Mas lembre-se, chopp ou cerveja , devemos sempre apreciá-los com responsabilidade.

É a pasteurização, que nada mais é do que o aquecimento do chopp (envasado) até 60°c, que dá estabilidade e maior durabilidade ao produto.

Em outras palavras…

• Álcool: A cerveja é uma das bebidas com menor teor alcoólico (3 a 4 %), além disso a oxidação do etanol da cerveja ocorre rapidamente.

• Diurese: Devido à presença de ácidos orgânicos, nucléicos e voláteis da fermentação, a cerveja tem um efeito diurético superior ao da água.

• Coração: Apreciada com moderação, ajuda a manter alto o nível de HDL (colesterol bom) e diminui a hipertensão.

• Vitaminas: A cerveja contém um teor importante de vitaminas do grupo B e fosfatos.

• Digestão: A cerveja aumenta a produção de ácidos no estômago o que estimula o fluxo de sangue facilitando a digestão.

Quais os ingredientes da cerveja?

A cerveja é composta por três ingredientes: água, malte e lúpulo. 

– O malte é o resultado do processamento dos grãos de cevada que confere à cerveja a coloração, o sabor e a cremosidade da espuma;

– O lúpulo é uma planta que fornece o amargor e o aroma à cerveja, além de ser um conservante natural; 

– A água é sempre cristalina e livre de impurezas, é chamada água cervejeira;

– Algumas cervejas utilizam também o que chamamos de adjuntos, que podem ser: milho ou arroz, ambos são utilizados como fonte complementar de amido e conferem mais leveza ao líquido. As cervejas que não levam esses elementos são classificadas como “puro malte”.

– A levedura é um microrganismo responsável pela fermentação e que produz 4 elementos fundamentais para a cerveja: álcool, gás, aromas e sabores. Por ser apenas um coadjuvante na produção de cerveja, a levedura não é considerada um ingrediente, pois é retirada no processo de filtração.

Categorias: Curiosidades

0 comentário

Deixe uma resposta

1
Olá!
Como podemos lhe ajudar?
Powered by
%d blogueiros gostam disto: